Calnet

CONSTRUIR

Acesse seu Facebook

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Ex-diretor denuncia caixa 2 na campanha de Eduardo Campos para governo de Pernambuco

Ex-diretor denuncia caixa 2 na campanha de Eduardo Campos para governo de Pernambuco
Foto:
Em depoimento da delação premiada, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que intermediou em 2010 o pagamento de R$ 20 milhões para o caixa 2 da campanha de Eduardo Campos (PSB), na época candidato à reeleição ao governo de Pernambuco. Nos autos da Operação Lava Jato, consta que Costa denunciou o ex-ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional do governo Dilma Rousseff (PT) como operador da transação. Bezerra foi eleito senador pelo PSB de Pernambuco e foi ex-braço direito de Campos. Costa relatou ao Ministério Público Federal (MPF), antes, que Bezerra pediu a ele o dinheiro para ser usado na campanha de Campos, morto tragicamente em um acidente de avião. Também foram apontados pelo ex-diretor pelo menos 32 deputados e senadores do PSDB, PT, PMDB e PP com esquemas de propina nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. O doleiro Alberto Youssef, preso desde 17 de março, também faz delação premiada e já citou 28 parlamentares. Na época, o ex-ministro Bezerra era secretário de Desenvolvimento do governo do Estado e presidente do Porto de Suape (entre 2007 e 2010), onde foi construída a refinaria. O ex-ministro, em resposta, afirmou que as declarações buscam “manchar a memória” de Eduardo Campos.

Candidato que morreu após teste de aptidão da PM apresentava problemas em exame

Candidato que morreu após teste de aptidão da PM apresentava problemas em exame
Foto: Reprodução
O candidato a soldado da Polícia Militar Egberto Oliveira de Jesus Filho, 31 anos, que morreu após o Teste de Aptidão Física (TAF) da corporação, apresentou problemas nos exames médicos exigidos pela corporação antes de realizar a avaliação. Segundo informações do jornal Correio, foi identificado um bloqueio no sistema elétrico do coração em seu eletrocardiograma. Durante a execução do TAF, Egberto, que era cobrador de ônibus e estudava História na Ufba, desmaiou e deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Roma com quadro de desidratação e arritmia cardíaca. Sua irmã, Evânia dos Santos, informou em entrevista à TV Bahia, que ele receava ser desqualificado por conta do resultado do exame, mas afirmou que "o médico malmente olhou e me liberou”. De acordo com o coronel Gilson Santiago, diretor do Departamento de Comunicação Social da PM, as clínicas onde foram realizados os exames é que são obrigadas a contra-indicar a realização do teste, não a corporação. O edital do concurso, no entanto, determina que também cabe à Junta Militar Especial de Saúde (JMES) a responsabilidade de desabilitar candidatos para realização do TAF. A noiva de Egberto, Ana Marx, 34, acredita que houve negligência por parte da PM. “Não vai ficar por isso mesmo. Não atenderam ele direito”, afirmou no sepultamento do cobrador, realizado nesta quinta-feira (23) no Cemitério Municipal de Brotas. Seu pai, Egberto Oliveira de Jesus, também quer um posicionamento da PM sobre o assunto. “Ele tentou me fazer uma surpresa. Sempre procurou estudar para ser mais do que era”. A família vai ajuizar uma ação contra a PM por negligência, disse seu primo, Roberto Almeida. Segundo candidatos que realizavam a prova junto com Egberto, ele já estava no último dos sete exercícios do TAF, ao final de uma prova de corrida de 2,4 mil metros. “Faltavam 20 metros para ele completar a prova quando caiu. Estava muito sol e a gente estava bem tenso”,contou um deles, que preferiu não se identificar.

Placas com propaganda eleitoral são retiradas dos jardins de Salvador

Placas com propaganda eleitoral são retiradas dos jardins de Salvador
Foto: João Pedro Pitombo / Folha de São Paulo
À pedido da Procuradoria Regional do Estado (PRE-BA), diversas placas de propaganda eleitoral de ambos os presidenciáveis foram retiradas dos jardins públicos de algumas avenidas da capital baiana nesta quinta-feira (23). A justiça acatou pedido do PRE que justificou o fato dos locais em que foram aplicados os engenhos serem vedados, por lei eleitoral, de conter propaganda. As publicidades irregulares estavam localizadas nas avenidas Juracy Magalhães, Antônio Carlos Magalhães, Garibaldi, Vale do Canela e Luís Viana Filho (Paralela).  Elas foram recolhidas por profissionais da Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), com o apoio de policiais militares para garantir a segurança da equipe. A Justiça Eleitoral poderá adotar igual medida em outras avenidas de Salvador.
Foto: Reprodução

França registra quatro casos de chikungunya no sul do país

França registra quatro casos de chikungunya no sul do país
Foto: Reprodução
O governo da França notificou quatro casos da febre chikungunya à Organização Mundial da Saúde (OMS). É a primeira vez que o país registra transmissão local da chikungunya desde 2010. Os casos ocorreram em uma mesma família que mora na cidade de Montpellier, no sul do país, e foram confirmados na segunda-feira (20). Segundo a OMS, as quatro infecções ocorreram em uma mesma família, que apresentou sintomas entre o dia 20 de setembro e 12 de outubro. As pessoas infectadas vivem em uma localidade próxima de onde ocorreu um caso de chikungunya importado de Camarões. De acordo com a OMS, a família não tem histórico de viagens e permaneceu no distrito onde reside, nos 15 dias que antecederam o início dos sintomas. Para controlar a propagação do vírus, as autoridades de saúde francesas iniciaram as seguintes estratégias de saúde pública: controle vetorial para impedir mais casos de transmissão local; conscientização sobre os sinais e sintomas da doença, sobre onde procurar ajuda e como se prevenir; e instruir profissionais de saúde sobre como lidar com os casos. A chinkungunya é uma doença viral que raramente provoca a morte. Os sintomas incluem febre alta, dores musculares e dor de cabeça, com dores nas juntas que podem persistir por várias semanas. Os sintomas começam a aparecer entre quatro e sete dias após a picada. Informações da Agência Brasil.

Matador de Goiás muda versão e só admite 29 assassinatos

Matador de Goiás muda versão e só admite 29 assassinatos
Foto: Luísa Gomes/G1
O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, mudou sua versão para o número de mortes que tinha assumido, reduzindo dez vítimas. O novo depoimento, no qual assume 29 mortes e não mais 39, foi feito antes de ele ser transferido para uma ala de segurança máxima do Núcleo de Custódia do Complexo Prisional. A chegada ao local, no início da tarde de quarta-feira (22) foi marcada por troca de insultos e ameaças de morte entre Rocha e outros presos. Segundo o titular da Delegacia de Investigações de Homicídios, Murilo Polati, ao chegar ao Núcleo de Custódia, o vigilante começou a gritar que tinha vontade de matar alguém por lá e foi rechaçado pelos presos, que também o ameaçaram. O episódio ocorreu logo depois que Rocha agrediu um fotógrafo que fazia a cobertura da transferência dele. O comportamento agressivo do rapaz foi interpretado por Polati como tentativa de se afirmar, "mostrar poder lá dentro", mas a retaliação dos presos fez com que Rocha ficasse quieto, segundo relato de agentes prisionais ao delegado. 
O vigilante está sozinho em uma cela e não faz nenhuma atividade junto com os demais detentos. A cela tem cerca de dez metros quadrados, com chuveiro, vaso sanitário e pia. Ele tem direito a banho de sol diário e poderá receber visitas nos fins de semana.
Sobre a mudança no depoimento, o delegado explicou que isso aconteceu por orientação da nova defesa do vigilante. O novo interrogatório foi acompanhado pelas advogadas que a família de Tiago contratou nesta semana e que assumiram a causa afirmando que ele foi coagido a confessar 39 homicídios, quando seria o autor de um número menor de mortes. A Polícia Civil desistiu de encaminhar o vigilante para que o psicólogo forense da Polícia Científica de Goiás Leonardo Faria realizasse o exame de sanidade mental. A análise será feita por equipe multidisciplinar convocada pela Justiça. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

MPs ajuizam ação contra Oi, Telemar e Anatel por problemas em prestação de serviço em Jequié

MPs ajuizam ação contra Oi, Telemar e Anatel por problemas em prestação de serviço em Jequié
As empresas de telefonia Oi Móvel, Telemar Norte Leste e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) foram denunciadas pelos Ministérios Públicos estadual e federal da Bahia por interrupções e dificuldades de utilização do sistema de telefonia na cidade de Jequié, no sudoeste do estado. A ação dos MPs pedem que as empresas garantam à população de Jequié serviços adequados de telefonia móvel e fixa, e de internet banda larga. A ação aponta que, nos últimos anos, a sociedade jequiense sofre com contínuas interrupções e dificuldades de utilização dos serviços das duas operadoras, sem que a Anatel tome providências para sanar o problema. A ação requer que a Justiça, em liminar, determine que a Anatel fiscalize os serviços prestados pela Oi e Telemar em Jequié, em 40 dias, com elaboração de relatório que indique as medidas a serem tomadas para ampliar a rede das operadoras, com melhoria do serviço à população. Também pede que as duas empresas deixem de comercializar novas assinaturas ou habilitar novas linhas ou códigos de acesso de telefonia móvel, fixa e internet, e que a Oi não efetue portabilidade de outra operadora para ela. Os órgãos pedem que as proibições persistam até que fique comprovada o funcionamento dos equipamentos necessários e suficientes para atender a demanda local. As empresas ainda devem apresentar, em 30 dias, o recebimento do relatório, os projetos de ampliação da rede com aprovação da Anatel. As operadoras ainda podem ser condenadas a pagar indenização por danos morais coletivo, no valor de R$ 5 milhões. A Promotoria de Justiça de Jequié instaurou um inquérito civil a partir de representações formuladas pelo juiz da 1ª Vara do Sistema de Juizado da comarca local, que constatou o aumento significativo de ações contra as operadoras, que reclamavam da má qualidade do serviço e falta de resolução dos problemas apresentados.

Revista Veja diz que Youssef liga caso da Petrobras a Lula e Dilma; Advogado de doleiro nega

Revista Veja diz que Youssef liga caso da Petrobras a Lula e Dilma; Advogado de doleiro nega
Foto: Divulgação/ Veja
A menos de 72 horas da eleição presidencial, a revista Veja divulgou nesta quinta-feira (23) uma capa em que sugere o conhecimento Lula (PT) e Dilma Rousseff (PT) sobre os esquemas de desvio de dinheiro da Petrobras. A afirmação seria fruto de um depoimento de Alberto Youssef à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público (MP), nesta terça-feira (21). Preso desde março por movimento irregular cerca de R$ 10 bilhões em verbas, Youssef estaria com um físico mais abatido e magro, além de exibir um rosto pálido. Ele afirmou, de acordo com o repórter Robson Bonin, que o Planalto sabia de tudo, inclusive Lula e Dilma. Ouvido pelo jonal O Globo, o advogado do doleiro, Antonio Figueiredo Bastos, admitiu que seu cliente prestou depoimento à Polícia Federal na terça-feira. Contudo, disse não ter conhecimento das declarações reproduzidas pela revista. "Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso. Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso”, disse Antonio Bastos.

Vitória da Conquista pode ter curso de medicina já em 2015

Vitória da Conquista pode ter curso de medicina já em 2015
Foto: Reprodução
Um projeto para criação do curso de medicina no campus da Ufba de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, foi apresentado nesta quinta-feira (23). A partir de agora, uma comissão especial do Ministério da Educação vai monitorar o projeto pedagógico e a estrutura do novo curso. A previsão é que o curso tenha 80 vagas e seja iniciado no segundo semestre do ano que vem. No lançamento da proposta, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, esteve presente e disse que a iniciativa, que integra os propósitos do programa Mais Médicos, tem como base formar profissionais com perfil mais humanista. No campus da Ufba, em Conquista, há outras graduações na área de saúde, a exemplo de bio-tecnologia, ciências biológicas, enfermagem, farmácia e nutrição. De acordo com a pasta federal, as medidas de expansão e reestruturação da formação médica preveem a criação de 11,5 mil vagas de medicina até 2017. Informações do A Tarde.

Procon marca encontro com escolas privadas para avaliar aumento de mensalidades

Procon marca encontro com escolas privadas para avaliar aumento de mensalidades
Foto: Divulgação/ Procon-Bahia
Em decorrência da ameaça de aumento das mensalidades nos colégios privados, o Procon Bahia se reunirá com o Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe-Ba) nesta segunda-feira (27) para discutir o impasse. Desde a última segunda-feira (20), o sindicato foi notificado pelo órgão para apresentar, em um prazo máximo de 10 dias, as planilhas de custos das escolas e colégios integrantes do sindicato referentes aos biênios 2013/2014 e 2014/2015 que comprovariam os eventuais reajustes das mensalidades. As escolas privadas alegam a majoração do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU) como principal motivo. O Procon-Bahia pretende realizar perícia contábil e analisar a conformidade das referidas planilhas de custos com

Causadas por vírus, verrugas são contagiosas, explica dermatologista

Causadas por vírus, verrugas são contagiosas, explica dermatologista
Foto: Reprodução
Uma lesão qualquer (ou bolinha) que aparece com alguma elevação na pele geralmente já é chamada de verruga. No entanto, nem sempre a suspeita é confirmada.  Segundo odermatologista Márcia Purceli, as verrugas verdadeiras são virais, provocadas por um tipo do vírus HPV. A especialista explica que elas são mais comuns em quem tem a imunidade baixa – cerca de 30% das crianças, por exemplo, têm. Nos adultos, a ocorrência cai para apenas 3%. Márcia alerta ainda que as verrugas são contagiosas e podem se espalhar pelo corpo – por isso, a dica é nunca cutucá-las. Há ainda outras características, como a aparência: elas são da cor da pele, têm a superfície áspera e endurecida, com pontos pretos ou brancos, e aspecto semelhante ao de uma couve-flor. Para tratar as verrugas, muita gente apela para tratamentos caseiros, como o uso de linhas, por exemplo. A especialista diz que esses recursos são perigosos porque não se sabe se a pessoa trata mesmo uma verruga ou se está mexe em alguma outra lesão. Informações do Bem Estar.

Pesquise no Blog

Carregando...